Textos

Concordãncia com o verbo SER

Primeiramente, é preciso saber que o verbo SER é usado ligando o sujeito ao predicativo do sujeito: Suj – SER – PS.


1.
Quando o sujeito estiver no singular e o predicativo no plural, ou vice-versa, o verbo SER pode concordar com um dos dois. Ou seja, o verbo estará correto tanto no singular quanto no plural.
A cama são umas palhas ou a cama é umas palhas.
O seu segredo são essas vaidades ou o seu segredo é essas verdades.
Aquilo eram fantasias da infância ou aquilo era fantasias de criança.
Nem tudo eram flores ou Nem tudo era flores.

Mas Atenção: O sujeito ou predicativo sendo pessoa, o verbo SER concordância com a(s) pessoa(s):
O homem é cinzas.
Paulo era só problemas.
Seu orgulho eram os velhinhos.
A menina é os encantos dos mestres.

2
Na indicação de horas, datas e distâncias o verbo concorda com a expressão numérica (predicativo).

Da estação à fazenda são três léguas a cavalo.
Hoje são vinte e um do mês.
É uma hora e meia.
Hoje são 31 de março.
Aqui está a conta: são dois mil reais.

Mas, Atenção: se aparecer a palavra DIA antes da expressão numérica, o verbo com ela concorda. Assim diremos: Hoje é dia 31 de outubro, neste caso, o predicativo é a palavra dia.

3
Quando acompanhado de muito, pouco, bastante, suficiente etc., usa-se o verbo SER no singular.

Dois dias é pouco tempo para aprender tudo isso.
Três mil reais é bastante por esta casa.
Vinte quilos é muito para uma criança carregar.
Dois metros de tecido é suficiente para fazer a camisa.


www.professorguedelha.recantodasletras.com.br
Carlos Guedelha
Enviado por Carlos Guedelha em 19/09/2012


Comentários